26 julho 2008

Uma preocupação soroptimist chegou à Assembleia da República

A Assembleia da República (AR) aprovou uma Resolução que recomenda ao Governo a realização de campanhas para a redução da utilização de sacos de plástico.

A Resolução 32/2008 da Assembleia da República recomenda que sejam realizadas, pelo Governo, até 2013 campanhas de sensibilização ao consumidor para a redução e cessação do uso de sacos de plástico de compras. No que respeita às grandes superfícies comerciais, esta mesma resolução recomenda que estas entidades desenvolvam estratégias para a redução do uso dos sacos de plástico, criando condições para tornar apetecível o uso de sacos reutilizáveis. A AR aprovou ainda a Resolução 33/2008 que recomenda a realização de campanhas de promoção ambiental, que visem a redução e a reutilização dos sacos de plástico, tanto por parte dos consumidores como das grandes superfícies comerciais.

Esperemos que a Assembleia vá mais longe, que faça mais que simples campanhas para reduzir o abuso de sacos de plástico. Outros países já limitam a produção e distribuição de sacos plásticos gratuitos, tornando obrigatória a sua cobrança (ex. Califórnia, Alemanha). Na Irlanda, a aplicação de um imposto ambiental de 22 cêntimos por saco conseguiu uma forte redução no volume de sacos de plástico distribuidos!
Será apenas uma questão de tempo até que os sacos de plásticos deixem de ser gratuitos.
Quem vai cobrar e receber o “custo ambiental” das externalidades dos sacos plásticos, os próprios retalhistas, ou o Estado através de uma Contribuição Ambiental?
Comunique já a sua opinião ao ao Ministério do Ambiente, ao seu Deputado na Assembleia da República aqui , ou ao seu Deputado no Parlamento Europeu.
Enviar um comentário