10 outubro 2013


Um recente estudo do FMI,  "Mulheres, Trabalho e Economia",    mostra que, apesar de algumas melhorias, o progresso no nivelamento das oportunidades de trabalho  para as mulheres estagnou, disse a dirigente Christine Lagarde. "Aumentar a participação das mulheres no mercado de trabalho  beneficiaria todos   de várias maneiras." Por exemplo, ela notou, se o número de trabalhadores do sexo feminino fosse elevado ao mesmo nível que o de homens na Emirados Árabes Unidos, o PIB iria expandir em 12 por cento, no Japão em 9 por cento, e nos Estados Unidos da América em 5 por cento.

IMF
O documento aponta para uma série de obstáculos à participação laboral feminina.
O número de mulheres na força de trabalho continua a ser muito inferior ao dos homens em todo o mundo: apenas cerca de metade das mulheres em idade de trabalhar estão empregadas. As mulheres estão concentradas no  trabalho não remunerado , e quando são pagas , eleas estão super-representados no setor informal e entre os pobres, e elas continuam a receber salários inferiores aos dos homens para os mesmos postos de trabalho " , disse Lagarde .
Lagarde apela às autoridades em todo o mundo a tomar medidas e implementar políticas para derrubar obstáculos para as mulheres , estabelecendo algumas recomendações fundamentais, tais como:
As políticas de gastos fiscais do governo e, assim como a regulação do mercado de trabalho podem ser reformuladas  para ajudar a impulsionar o emprego feminino " , disse Lagarde .
 "Por exemplo , a tributação individual em vez de renda que a família em muitas economias impõe um imposto superior marginal no segundo assalariado em cada domicílios - podem encorajar as mulheres a procurar emprego. "
Vinculando os benefícios sociais para a participação na força de trabalho , treinamento ou programas activos do mercado de trabalho também pode ajudar a aumentar o emprego feminino , ela disse que , como seria a disponibilidade de creches e infantários bons e de custo acessível bem como apoios à  paternidade e maternidade.
Para mais recomendações e para ler toda a análise , confira o estudo.
O estudo do FMI foi lançado na véspera da presença de Lagarde num painel em Nova York com Bill Clinton , Sheryl Sandberg , e Mo Ibrahim , como parte da Iniciativa Global Clinton.
Fonte: http://blog-imfdirect.imf.org/2013/09/23/lagarde-women-can-help-grow-the-world-economy/
e en español
http://blog-imfdirect.imf.org/2013/09/23/lagarde-women-can-help-grow-the-world-economy/
Estudo Las mujeres, el trabajo e la economia http://www.imf.org/external/spanish/pubs/ft/sdn/2013/sdn1310exs.pdf

Enviar um comentário