10 fevereiro 2015

Raríssimas partilha experiência de Empreendedorismo Social no Feminino


Rarissimas





Paula Brito e Costa, presidente da Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras Raríssimas,  partilhou com os finalistas do Prémio Mãos Dadas a experiência da constituição da Associação e da criação da Casa dos Marcos na Moita  em 2014 para responder às necessidades das famílias. 

O próximo projecto vai ser a criação da 'Quinta dos Marcos' na Maia, um espaço multi funcional com valências clínicas e sociais. 

A Associação Raríssimas, que começou com 5 mães de "meninos raros",  é um caso de estudo de empreendedorismo social no feminino

O Prémio Mãos Dadas Comunidade e Solidariedade no Feminino foi criado pela Soroptimist International de Portugal e a APGICO  a  Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação - APGICO, para promover e reconhecer a inovação social e celebrar Comunidade e Solidariedade.  

Enviar um comentário