09 março 2018

Quem sabe  costurar nunca esquece, mas a velha máquina de costura já não aguentava a pedalada das "jovens Marias" que reúnem todos os dias no bairro de Outurela em Carnaxide, com o apoio da autarquias.

Felizmente, outra "nova máquina velha" chegou a tempo de fazer parte da celebração do Dia da Mulher 2018, graças ao apoio do clube Soroptimist International Estoril Cascais.

Note-se que esta iniciativa serviu para apoiar dois projetos sociais em simultâneo:  As Marias, no centro comunitário da Rua Delfim dos Santos em Carnaxide e a Despertar  -Associação de Reinserção Social, uma vez que a "nova máquina velha" foi adquirida na loja social situada na Rua de Olivença em Algés. E não foi fácil o camião das mudanças da loja dar com o espaço das Marias, logo a seguir à "rotunda dos botões" para entregar a máquina no dia anterior.

Depois de um almoço óptimo preparado pelas Marias, com convidados incluindo o Presidente da Junta de Freguesia de Carnaxide, representantes da PSP, de fábrica de empreendedorismo social, e do Clube Soroptimist Estoril Cascais, foi o momento de testar o novo equipamento.

Mas que grande decepção!
O motor trabalhava, trabalhava,  mas a agulha não subia, nem descia.

Eis que o "frère-op" salva a situação. Pega na máquina, móvel e tudo,  e vai ao encontro do especialista mais próximo, um experiente mecânico da Damaia que trabalha com máquinas de costura há mais de 50 anos. Que rapidamente, e gratuitamente, põe a "nova máquina velha" a funcionar. 

Havendo tecidos, linhas e mãos habilidosas, a atividade de "corte e costura" vai retomar em força.

Afinal de contas, "velhos são os trapos" !


Enviar um comentário