06 março 2008

Dia Internacional da Mulher, 8-Março-2008

O Dia Internacional da Mulher é uma ocasião para rever o progresso das mulheres na sua luta pela igualdade, pela paz e pelo desenvolvimento.

Em muitos países, as mulheres têm conseguido grandes avanços na educação e na vida social e politica, feitos que devemos reconhecer e celebrar.
Mas também devemos recordar as muitas mulheres que ainda se confrontam com a injustiça, a discriminação e a violência, em consequência directa do seu género.

Por exemplo:
• Cerca de 70% dos 1.300 milhões de pobres no mundo são mulheres
Dois terços dos adultos analfabetos no mundo são mulheres
• Dois terços das crianças que não frequentam a escola em todo o mundo são raparigas
. Mais de 70% dos licenciados em Portugal são mulheres
• A nível mundial, 20 a 50 por cento das mulheres sofrem de violência doméstica em algum momento dentro do casamento
As principais vítimas das guerras de hoje são mulheres civís e as suas crianças, não os militares
• Apenas 11,7 por cento dos deputados dos parlamentos em todo o mundo são mulheres

Em resumo:
As mulheres são metade da população mundial e fazem dois terços do trabalho no mundo. As mulheres ganham dez por cento do rendimento mundial e são proprietárias de um por cento da propriedade em todo o mundo. (Fonte: Nações Unidas)

A violência contra as mulheres afecta mulheres de todas as idades, raças, e origens socio-económicas.

Diz o Secretário Geral as Nações Unidas Ban Ki-Moon:
"Existe uma verdade universal, aplicável em todos os países, todas as culturas, todas as comunidades: violencia contra as mulheres nunca é aceitável, nunca é justificável, nunca é tolerável".
Enviar um comentário