25 janeiro 2010

Só 4% de mulheres nos cargos de topo

Só 4% nos cargos de topo no privado - Bolsa - DN
Portugal é o terceiro país da União Europeia com menor percentagem de mulheres nos conselhos de administração das maiores empresas cotadas (4%), revela o último estudo da Comissão Europeia sobre igualdade. Mas apesar de todos os indicadores revelarem a existência de fortes disparidades de género no sector privado, o Governo rejeita, para já, a imposição de quotas nas empresas privadas.
"Para esta legislatura o Governo tem outra estratégia, que passa por trabalhar com as empresas no sentido de estimular o empreendedorismo feminino e a promoção de planos para a igualdade", responde Elza Pais, secretária de Estado da Igualdade.

Os últimos dados do Ministério do Trabalho revelam que em Abril de 2009 as mulheres recebiam, em média, 933 euros brutos, menos 18,5% do que recebem os homens. A avaliar pelo inquérito do Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) as diferenças salariais têm, lentamente, vindo a reduzir-se: há cinco anos, as mulheres recebiam menos 25%.
Fonte: DN
VER também Portugal mais desigual
Enviar um comentário